quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Dialogo de TU para EU refletido em MIM.

EU te amei mais que a MIM mesmo...
EU te dei não metade, mais a totalidade de MIM mesmo
sem medos, sem receios..
EU tirei o pão de minha boca para saciar tua fome
EU gastei o último centavo para pagar tuas contas...
EU  te fiz para ser diferente, eu criei TU deus.....
E você preferiu ser mortal carne de Abel,
Proclamando hoje em tom alto a tua humanidade
Despreza TU o sangue e legado Nephilin?
Preso estás TU nas teias da religião que te domina e oprime
Vejo-te curvado, com joelhos dobrado, cabeça ao chão
Diante de mero mortais, meros humanos vestidos suntuosamente...
Sim Logo TU cujo orgulho, ó filho de Qayinn, diante de MIM era tua marca registrada...
Sim Logo TU, cuja inteligência iluminava a todos....
Sim Logo TU, cuja lealdade e honra eram inquestionavéis....
Sim,  logo TU, quando mais precisava, MIM deixou a deriva...
Sim,  logo TU, Sumiu sem uma palavra, sem um simples adeus a MIM...
Sumiu sem um minino de respeito, honra e lealdade a TU?
Com isso você provou a MIM ser não diferente dos outros
Mais igual, você é para MIM humano, demasiadamente humano...
No sentido dos piores defeitos humanos.....TU Se foi...
TU só levou seus seguidores e com isso em MIM deu fim ao meu sonho...
Mas EU permaneci com minha honra intacta...
Pois EU tracei meu próprio Destino, com solidão, engolindo saliva a seco por TU...
Por noites tentei entender. ..E então um raio rasgou a escuridão em MIM...
E do poço de Areruza EU clamei de dentro de MIM: EU não sou como TU;
EU não me ajoelho diante de nenhuma mortal;
EU não reconheço o senhoril sobre minha alma
De ninguém que se declare Sacerdote ou Sacerdotisa de Deus
(Seja qual for o Deus)...
EU não reconheço nenhum Deus em MIM que não seja meu Deus Interior....
Esse Deus Meu reflexo no espelho de um ano e um dia...
Que me guia na estrada de fogo sob os meus pés...
Liberdade, Irmão, e o que sou.... e TU sabes bem isso...
Indomado sou EU, sou raiz, caule e Folha da árvore do Mundo (Jurema)
Eu bebo, Desço....Grito..Canto...Salve os Mestre...Outra vez digo: Salve as Mestras...
A fumaça é o meu segredo, e de pé estarei...
O Cachimbo é minha arma,
As rezas e orações aversas e advesas,
feitas na heresia minhas palavras de poder...
Mudam a realidade...Bondade, maldade, não sou
Nem um nem outro sou
EU sou amoral...
TU é padrão...fora de MIM...
Esse sou EU hoje....Refletido em MIM
Diante de TU...
Amém..

11 comentários:

Mia Lopes disse...

Sim Logo TU cujo a inteligência iluminava a todos....
Sim Logo TU cuja lealdade e honra eram inquestionáveis....
Foi assim que descobri o que é ser humano, o que é abandonar tudo atras do nada....
Quem sou eu?!

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Mia...
Quem és?
Um Reflexo que fere os olhos dos que como ratos pularam do navio achando que ia a pique para o fundo... Mas ele apenas estava a muda a rota...Obrigado ser Você...

Striglae. disse...

Que que eu posso disser ne meu querido voce é dislumbrante quando escreve ..belissimo texto.
Os ultimos versos me fizeram questionar será Deus meu fruto ou eu fruto dele , será que devo descer e me ajoelhar porque eu tenho que me ajoelhar e se eu não ajoelhar ne ele que vai ter que ajoelhar ? Seja por quaisquer que forem as oferendas ?

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Striglae.

"...EU não reconheço nenhum Deus em MIM que não seja meu Deus Interior..
Esse Deus Meu reflexo no espelho de um ano e um dia..."

Sei que essas palavras reflete você, pois também é tu Indomado e livre, o preço pago as vezes é grande, mais vale apena..

O texto foi a MIM de EU por TU, ou seja, ele é o que é..e ele diz o que diz..fala por si mesmo, diferentes coisas para diferentes pessoas em variados ângulos de visões e experiências em minha vida de ontem, ele é per si, um auto-encaixe e um espelho em toda a sua extensão...

Obrigado por está sempre compartilhando comigo a amizade nesse espaço e nos outros...
16 de novembro de 2011 23:19

OLHAR PARA DENTRO disse...

Parece está cada vez mais perto de si mesmo.

lukiansantiago disse...

A liberdade é a primeira evidência de um caminho correto, pois nos conduz a pesar por nós mesmos. É como diz o Cristo: conheceres a verdade e a verdade vos libertará. Eu não conheço ou outro credo, senão, aquele que me realizo, não aquele que me conduz para o matadouro(espírito de rebanho) e me escravisa. Esse é o espirito de Caim.

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Irmão Lukian...
Exatamente "A liberdade é a primeira evidência de um caminho correto" e acrescento um caminho de ordálias leva a liberdade, o ser livre saber usar a máscaras para sobreviver..
Obrigado...

Gerson Tavares disse...

Seguindo o verdadeiro conceito Cainita.

rodrigo disse...

O Texto fez me lembra O anjo caído Lúcifer, adiante me tirou em mentes literalmente, e viajei no caminho solitário que foi o de Caim ...

Grato

Rodrigo

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Saudações Gerson
Saudações Rodrigo.

Sim o texto tens tons Cainnita e por consequência Luciferano, sua essência é a de liberdade indomada e a honra, sua mensagem para básica para nós que ficamos, é nunca render-se e e além da aparência das coisas e das práticas magico-religiosas, desfocando-se de vez da síndrome de vira-lata nacional, onde tudo que é de fora é melhor, único e verdadeiro...Obrigado pelos comentários...

Azezel Semjaza Qayinn Lvnae disse...

Saudações Gerson
Saudações Rodrigo.

Sim o texto tens tons Cainnita e por consequência Luciferano, sua essência é a de liberdade indomada e a honra, sua mensagem para básica para nós que ficamos, é nunca render-se e e além da aparência das coisas e das práticas magico-religiosas, desfocando-se de vez da síndrome de vira-lata nacional, onde tudo que é de fora é melhor, único e verdadeiro...Obrigado pelos comentários...